Exercícios Que Emagrecem Com Eficácia Extraordinária

 

Exercícios Que Emagrecem Com Eficácia Extraordinária

Exercícios Que Emagrecem

Plano Queima 48 Horas – Q48 –  Quer saber do que se trata? Então me acompanhe e Descubra Neste Artigo Como Realizar Exercícios Que Emagrecem De Uma Forma Alegre e Eficaz

Ola tudo bem? É com muito prazer e satisfação que escrevo esse artigo sobre o Plano Queima 48 Horas!

Diariamente mais e mais pessoas começam a frequentar as academias de ginástica, objetivando a realização de exercícios que emagrecem.  A concentração de pessoas na busca do emagrecimento e na melhoria da estética corporal é enorme.

Sabemos que sem sombra de duvidas os exercícios aeróbicos são indispensáveis para conseguir queimar gordura e perder peso.

Mas se você realmente quer realizar  exercícios que emagrecem, queimar gordura, e “perder a barriga”,  passe a considerar um fator chave nos exercícios: intensidade.

Exercícios Que Emagrecem – Uma História Com  Final Feliz!

 

Exercícios que emagrecem
Fabiana Cesar

 

Plano Queima 48 Horas: Veja o que Fabiana Cesar
fala após ter descoberto e ter usado o Q48. Assista o vídeo abaixo e veja o final surpreendente dessa história

 

 

Gente!!! O Vinicius Possebon é Fera!!  Foi Ele que Desenvolveu Este Maravilhoso Plano Q48.

 

 

Quem é Vinicius Possebon?

 

 

Exercícios que emagrecem

Vinícius Possebon é um profissional de educação física criador do treinamento Queima 48 Horas, graduado em Educação Física pela Universidade de Caxias do Sul (2009) e atua na área de prescrição de treinamento individualizado e academia desde 2006.

Foi integrante do grupo de estudos do Laboratório do Movimento Humano (UCS) o qual pesquisava a interferência do exercício frente as adaptações metabólicas e efeito da utilização de recursos ergogênicos para a melhora de performance e estética.

Dentre as suas publicações de caráter informativo, elenca-se:

Aposte na musculação (Jornal Pioneiro (07/04/2010); Jornal Zero Hora (29/05/2010))

Qual a melhor escolha para emagrecer? Exercício aeróbio contínuo ou intervalado? (Revista Eléve (junho/julho/agosto).

E tendo submetido artigo para a publicação no nível de reconhecimento científico, com o título: Treinamento intervalado de alta intensidade: adaptações metabólicas e redução de gordura corporal.

A competência deste profissional está mais do que comprovada, pois hoje o Programa Queima 48 Horas é um dos treinamentos mais famosos da internet e já possuí mais de 32 mil alunos.

O Q48 – Queima 48 Horas Funciona?

 

 

Exercícios que emagrecem

 

Eu sei que você está curioso para saber os motivos pelos quais o Q48 funciona. Essa explicação é simples, o Q48 ou Queima 48 horas funciona, pois ele pega você pela mão e leva você a emagrecer de vez.  .

A diferença entre exercícios na academia e Exercícios do Queima de 48 horas, te explicam porque ele funciona.

Quando você malha na academia ou faz esteiras ou exercícios monótonos, esses exercícios vão queimar sua gordura de forma lenta.

Quando você faz os Exercícios de alto nível do Q48, os exercícios do Queima 48 horas vão queimar sua gordura até 24 horas.

Por isso fazendo 15 minutos desses exercícios você vai queimar gordura em até 48 horas, isso significa que você vai dormir, comer e trabalhar queimando gordura.

 

Não acredita? Então teste o método por 30 dias caso não tenha resultado a empresa devolverá seu dinheiro.

O Q48 – Queima 48 Horas Vale a Pena?

 

 

Exercícios que emagrecem

Te respondo que SIM. O Queima de 48 Horas é uma ótima opção para iniciantes (ou pessoas que estão sedentárias há um bom tempo) entrarem em forma e perder uns quilinhos sem sair de casa.

O Q48 funciona para pessoas com todo tipo de condicionamento, de iniciante e intermediário ao avançado.

O Queima 48 Horas tem um módulo específico de adaptação para quem está começando agora ou estava parado e precisa voltar a se exercitar aos poucos.

Nesta fase inicial do programa, você irá ensinar seu corpo a acelerar o metabolismo e a queimar gordura por até 48 horas após o treino.

São duas semanas de treinos curtos, mas bastante intensos, nos quais você vai suar e se esforçar como há muito tempo não fazia.

O Q 48 é o melhor exercício para perder barriga.

 

O Q48 – Queima 48 Horas é Confiável?

 

Exercícios que emagrecem

O Q48 é um método de treino com uma sólida investigação científica e cada vez mais utilizado. As vantagens do HIIT já se conhecem pelo menos desde 1996, conforme demonstra um estudo publicado no Medicine Science & Sports Exercise.

Mais Depoimentos sobre o Q48 – Queima 48 Horas

 

 

 

 

Como Comprar Sistema Q48?

 

Para adquirir o Q48 – Queima 48 Horas basta CLICAR AQUI ou CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO e você vai ser direcionado para uma página onde você assistirá um vídeo com mais detalhes. Assista ao vídeo até o final e posteriormente aparecerá vai aparecer um botão abaixo do vídeo para você clicar e adquirir.

Exercícios Que Emagrecem

Aproveite que o Q48 – Queima 48 Horas esta com preço promocional, mas eu não sei até quanto tempo. Corra…

 

Como vou receber o Q48 ou Queima 48 horas?

 

Após clicar no Botão abaixo do vídeo você preencherá alguns formulários com seus dados.

Por favor coloque os dados corretamente. Como por exemplo o e-mail, pois é através do e-mail que você receberá um login e uma senha para acessar uma área de membros do Q48 – Queima 48 Horas.

 

Nesta área de membros você vai encontrar todos os vídeos e o passo a passo para o seu Turbo Emagrecimento. 

O Sistema Queima 48 Tem Garantia?

 Exercícios Que Emagrecem

O Sistema Q48 – Queima 48 Horas confia tanto no seu método de emagrecimento rápido, que dá a você uma garantia de 100 % do dinheiro de volta no prazo de exatos 30 dias.

Ou seja se por qualquer razão ainda que desconhecida você não queira mais o Sistema Q48 – Queima 48 Horas, basta solicitar o reembolso e a empresa responsável vai devolver todo seu dinheiro tostão por tostão, sem perguntas ou burocracia dinheiro de volta na hora !!!

 Exercícios Que Emagrecem

 

Cerveja Não Engorda, Ou Isto é Mentira?

 

cerveja não engorda

Será que cerveja não engorda? Tornou-se hábito, associar-se o consumo excessivo de cerveja com situações de obesidade, e muito mais com o aparecimento de uma barriga dilatada.

Se é verdade que beber cerveja em grandes quantidades pode ajudar à distender os músculos da barriga, não o é menos verdade que isso ocorre devido ao fato de que os grandes consumidores de cerveja são, em geral, pessoas sedentárias.

A realidade é que beber cerveja não engorda, desde que seu consumo seja parte integrante de uma dieta equilibrada e se faça com moderação.

Como se pode constatar,  uma quantidade idêntica de cerveja, em relação a um iogurte de fruta, um copo de leite ou um sumo de maçã; estes têm muitas mais calorias.

Mesmo estes sejam  produtos que podem contribuir para um aumento da massa corporal, independentemente de também serem produtos saudáveis e essenciais ao nosso bem-estar.

Cerveja não engorda? – Composição da cerveja

cerveja não engorda

Recentemente, realizou-se um estudo que mostrou que os bebedores regulares de cerveja não ganham, obrigatoriamente, peso. De fato, o consumo moderado de cerveja significou 4% das calorias totais das dietas dos homens e 3% das dietas femininas.

O estudo evidenciou ainda que quem bebe cerveja com moderação tem uma dieta de maior qualidade nutricional que os não consumidores, uma vez que ingerem uma maior quantidade de ácido fólico e outras vitaminas do grupo B, essenciais para a prevenção de certas enfermidades e para garantir uma correta alimentação.

Veja a composição:

  • 93% de água. Os adultos necessitam de mais de dois litros de água por dia.

Comparada com outras bebidas alcoólicas, a cerveja combate melhor a sede pelo seu alto conteúdo de água, que compensa os efeitos desidratantes do álcool.

  • Álcool (etanol) 3,4%-9%. Se for ingerido em doses moderadas, o álcool contribui para evitar a acumulação de gordura nas paredes arteriais.
  • Hidratos de carbono 2% a 3%. Proporciona cerca de 15 g da maior fonte de energia do corpo humano.
  • 0,33 lt de uma cerveja normalmente contêm cerca de 150 calorias, menos 60 do que um refrigerante de cola, com a vantagem de não provocar cáries e outros males.
  • Zero… tinha dúvidas?
  • Magnésio (48 mg, 12% da DDR*) e silício (6 mg). O consumo de cerveja associa- se a uma maior densidade mineral nos ossos, atuando como fator preventivo à osteoporose.
  • Potássio (190 mg, 12% da DDR). Compensa a perda excessiva deste mineral através da urina, importante na prevenção das cãibras musculares.
  • Vitamina B12 (0,8 mcg, 48% da DDR). Produz serotonina e dopamina, as duas substâncias químicas responsáveis pela sensação de bem-estar.
  • Vitamina B2 – Riboflavina (8% da DDR). Contribui para a renovação da pele, do cabelo e das unhas e também atua como cicatrizante.
  • Vitamina B5 – Ácido Pantotênico (4% da DDR). Sintetiza os lipídios e o açúcar dos alimentos.
  • Vitamina B3 – Niacina (6 mcg, 8% da DDR). Ajuda a queimar os hidratos de carbono e as gorduras, e atrasa a formação de cabelos brancos.

 

Antes de continuar a falar sobre esta bebida refrescante e deliciosa, quero te falar de um método fabuloso. Este método vai permitir que você tome tua “cervejinha sem nenhuma culpa”. ele vai te auxiliar a manter teu corpo sarado e enxuto. Pode acreditar, veja este vídeo até o final.

Cerveja não engorda, mas pode fazer mal a saúde?

Devo lembrar que existem situações em que consumir bebidas alcoólicas representa um risco e é completamente desaconselhado, notadamente durante a gravidez, antes de conduzir ou trabalhar com máquinas, antes de praticar esportes ou quando se está tomando alguma medicação.

Os benefícios anteriormente referidos não têm por objetivo encorajar as pessoas a beber cerveja ou qualquer outra bebida alcoólica. Muito pelo contrário, através de diferentes estudos, demonstrar o fato cada vez mais comprovado de que a cerveja pode ser benéfica para a saúde das pessoas.

Sendo assim, apenas, informo e reafirmo àqueles que a apreciam que, quando consumida moderadamente, a cerveja não apresenta riscos para a saúde, podendo até significar uma ajuda para a manutenção de uma vida saudável por parte do consumidor.

Não posso deixar de dizer que a prática de exercícios além de ser um hábito saudável, fará com que aquele bebedor de cerveja muito habitual, mandará para longe a possibilidade de adquirir aquela barriguinha incômoda.

Por outro lado, a cerveja apresenta hoje boas propostas desta bebida sem álcool, adequadas aos momentos de consumo em que bebidas alcoólicas não são aconselhadas.

Clique aqui e comece a tomar sua cervejinha sem sustos ou medo de criar aquela barriguinha incômoda

Ansiedade Engorda E Atrapalha O Emagrecimento

 

Ansiedade engorda

Por que a ansiedade engorda? O que acontece realmente é que quando a pessoa fica ansiosa, o organismo libera maiores quantidades dos hormônios adrenalina e cortisol, o que leva ao aumento do acumulo de gordura na barriga e diminui o volume dos músculos, fazendo com que o indivíduo pareça estar ainda mais gordo.

Outra situação que pode nos levar a engordar quando fica ansioso é o aumento do consumo de alimentos calóricos, ricos em açúcar ou em gordura. Ao ficar ansioso, o cérebro do indivíduo faz com que haja um certo aumento do apetite para este tipo de alimento, como uma forma rápida de sentir prazer, o que funciona a curto prazo, mas depois é comum que o indivíduo sinta-se culpado.

Ansiedade Engorda – E quanto aos medicamentos?

Ansiedade Engorda

As medicações para ansiedade podem engordar, pois elas podem ter como efeito colateral o aumento da ansiedade fazendo com que a pessoa prefira alimentos que engordam como doces e fast foods. Contudo, este efeito colateral não é observado em todos e em algumas pessoas não acontece aumento de peso.

Como vencer a ansiedade e emagrecer

Para vencer a ansiedade e emagrecer sugere-se a prática regular de exercícios físicos. Os exercícios liberam endorfinas na corrente sanguínea conferindo uma sensação de bem estar e de prazer.

Em caso de ansiedade generalizada deve-se ter um bom acompanhamento médico para que ele receite medicamentos que sejam capazes de trazer alívio dos sintomas, com o mínimo de efeitos colaterais, e, em muitos casos, o acompanhamento de um psicólogo é indicado.

Ansiedade engorda
Exercício contra ansiedade e estresse

O que mais Posso Fazer?

A ansiedade costuma estar presente no dia a dia e nos momentos mais inoportunos. Incomoda e condiciona a nossa vida. Pode promover o aumento do peso. Torna-se uma barreira, quando se quer emagrecer.

  • A redução dos hidratos de carbono (açúcares) necessária em uma dieta de emagrecimento obriga e provoca alterações no funcionamento do nosso organismo. Ele está habituado a esses açúcares, que de certa forma criam adição. Quando ausentes, responde com o aumento da ansiedade e irritabilidade. O que por sua vez, tende a aumentar a ingestão de alimentos. Mas este mesmo efeito pode ocorrer com o estresse a que diariamente está sujeito.

Este é um motivo que pode levar você a desistir dos objetivos sem os quais você não obterá sucesso.

Veja algumas ações adicionais que você pode tomar para contornar este problema.

  • Se tem vontade de comer algo doce, evite ficar a pensar sobre o assunto. Ingira um pedacinho de chocolate preto. Deixe derreter lentamente na boca, saboreie.
  • Procure fazer exercício físico diariamente. Alivia o estresse e promove a sensação de bem estar. Nada como um bom treino físico e um bom banho quente no final.

Como parte de auxilio ao combate da ansiedade,  quero compartilhar contigo um Programa de Exercícios que vai te ajudar a “liquidar” com este estado de coisas. Trata-se do Programa “Queima  48 Horas”. Clique aqui para conhecê-lo.

  • Consuma frutas secas diariamente. Ainda que em pequenas quantidades, surtem efeito e não prejudicam a sua dieta.
  • Reduza o consumo de café. A cafeína é preciosa para perder peso, estimula o seu organismo. Mas não exceda a quantidade porque promove o nervosismo e ansiedade. E o resultado final pode não ser o esperado.
  • Controle a respiração. Respire fundo e calmamente com alguma regularidade ao longo do dia.
  • Exponha-se ao sol. A boa disposição tomará conta de você e, desde que não exceda os 30 minutos, regula a produção hormonal sem riscos significativos para a sua saúde.
  • Mantenha-se emocionalmente estável. Um simples abraço de um amigo pode ser reconfortante e aliviar a ansiedade.
  • Ouça música. Enquanto se desloca para trabalho, enquanto prepara o jantar, enquanto trabalha. Prefira músicas calmas e num volume médio.
  • Beba chá de ervas calmantes. Ajuda a controlar o nervosismo e ainda está a aumentar a ingestão de líquidos, sem açúcar obviamente.
  • Aumente o consumo de frutas frescas e reduza o consumo de alimentos industrializados, muito gordurosos e de doces. As frutas criam uma sensação de bem estar e auxiliam na reposição de vitaminas e minerais essenciais ao bom funcionamento do organismo.
  • Por outro lado os alimentos ricos em açúcares simples (doces) e gorduras promovem a sensação de culpa.

Não Esqueça, Pratique Exercícios!!!

 

Barras De Cereais Emagrecem? –  Isto É Possível?

 

Barras De Cereais Emagrecem? - Isto É Possível?

Já ouviu falar que barras de cereais emagrece? Pois é, no desejo de alcançar a ambicionada perda de peso, algumas pessoas recorrem, muitas vezes, a alimentos que a sabedoria popular se encarregou de promover, como sendo aliados de peso neste desafio. Uma delas são as barras de cereais.

No entanto, a verdade é que, muitos dos alimentos que nos habituamos a conhecer como sendo de dieta, são prejudiciais para quem quer perder peso. Neste artigo vou esclarecer muitas das dúvidas mais comuns, de quem procura perder peso com a ajuda de alguns alimentos.

Barras de cereais emagrecem – E alimentos que prometem ajudar emagrecer – Saiba mais sobre eles

 Barras De Cereais Emagrecem

Barras de cereais:

Estes alimentos são ótimas opções para os lanches, mas contêm, em média, 100 calorias, portanto devem ser ingeridas com moderação. Prefira um iogurte ou um pedaço de fruta acompanhada por uma bolacha Maria ou Água e sal: contêm menos açúcar e gordura, tornando-se uma opção mais nutritiva.

Muesli:

Barras De Cereais Emagrecem? - Isto É Possível?

A sabedoria popular transmite a ideia de que os cereais integrais são ótimos aliados numa alimentação saudável e na dieta de quem quer perder peso.

No entanto esta afirmação não é totalmente verdadeira, na medida em que, os Muesli, por exemplo, além de ser uma ótima fonte de fibra, têm também um elevado teor de açúcar.

100g de muesli podem conter até 12g de gordura e 21,5g de açúcar!

Saladas:

As saladas podem ser ou não ser boa aliada para perder peso, depende dos alimentos utilizados na sua composição. As saladas, em geral, são opções muito saudáveis, leves e saborosas. No entanto, muitas vezes contêm alimentos indesejáveis para o emagrecimento, como é o caso de alguns molhos, determinados tipos de queijos, azeitonas e muitos outros.

Sushi:

O consumo de sushi tem aumentado bastante entre a população brasileira. Tem como base arroz, peixe e vegetais; sendo que cada peça possui cerca de 20 a 45 kcal. O aspecto enganador do sushi prende-se com o facto de nunca se comer apenas uma porção.

Caso queira perder peso, tente limitar o seu consumo a apenas 6 a 8 unidades.

Iogurtes com pedaços:

Nem sempre o sabor é natural, mas sim proveniente de aromatizantes artificiais. Embora alguns iogurtes com pedaços já sejam magros, acabam sempre por ter mais açúcar do que os iogurtes magros sem pedaços.

 

Sanduiche embalados para comer: 

 

Barras De Cereais Emagrecem

Apesar de já existirem opções menos calóricas, como os de frango e salada (sem maionese), quando comparadas com um feita em casa e na hora, acabam por ser menos nutritivas.

O alimento vai perdendo as suas propriedades nutritivas ao longo do tempo, por isso os sanduiches prontos para comer não são os mais indicados.

Sopa em pacote:

Esta sopa é bastante menos nutritiva e possui um alto teor de sódio comparativamente a uma sopa de legumes caseira.

Bolachas digestivas:

Barras De Cereais Emagrecem

As bolachas digestivas apresentam muito mais gordura do que as bolachas Maria ou torrada convencionais. Apesar de ter um teor de fibra superior apresentam também mais gordura. Por isso, se quer aumentar a ingestão de fibra na sua alimentação, opte por frutas e legumes, quer crus ou cozidos.

Para perder peso é fundamental escolher os alimentos corretos.

Neste artigo tentamos esclarecer alguns mitos relacionados com alimentos que, supostamente ajudam quem quer perder peso.

A reeducação alimentar é fundamental num processo de emagrecimento. Aprenda a escolher melhor os alimentos que fazem parte do seu regime alimentar.

E obviamente, não podemos esquecer da prática de exercícios. Já sei. Você não tem tempo ou o orçamento está curto?

Não se preocupe tenho a solução. Tua solução está neste vídeo, assista até o final.

 

Frutas Que Emagrecem – Poderosas Aliadas Da Sua Dieta

 

Frutas que emagrecem

As dietas de emagrecimento não precisam ser dolorosas emocionalmente e nem você deve passar fome. Um plano de dieta equilibrado, rico em frutas que emagrecem, legumes e aliado a um bom programa de atividade física pode fazer milagres.

Algumas Frutas Que Emagrecem:

  1. Toranja

Frutas que emagrecem

É uma verdadeira queima-gorduras, e tem apenas cerca de 75 calorias. A toranja oferece proteínas e fibras que, aliadas às propriedades antioxidantes, reduz os níveis de colesterol e glicose.

  1. Banana

A banana elimina o desejo de comer doces graças ao aminoácido triptofano. Se ingerida de manhã, reduz o apetite, e é ideal para comer antes dos treinos, uma vez que diminui a o risco de caibras, por ser rica em potássio.

  1. Uvas

Desintoxicam o organismo graças ao seu efeito diurético natural, contendo vitaminas, antioxidantes (previnem o envelhecimento graças às grainhas) e possuem um baixo teor calórico.

  1. Maçã

Frutas que emagrecem

As maçãs são ricas em fibra (diminui o apetite), água, antioxidantes e vitaminas, e ainda escassas em calorias. Comer uma maçã por dia é o ideal, como lanche.

  1. Pera

A pera aumenta os níveis de energia e previne doenças, porque contêm antioxidantes, como a vitamina C e o cobre. Uma pera tem aproximadamente 100 calorias, ou seja, 5% da quantidade diária de calorias recomendada uma dieta saudável.

  1. Kiwi

O Kiwi é um aliado no combate à prisão de ventre e tem substâncias que provocam perda de apetite. É também é rico em vitamina C, e é diurético.

  1. Mirtilos

Frutas que emagrecem

Segundo uma pesquisa do Centro Cardiovascular da Universidade de Michigan, o mirtilo reduz a gordura localizada na barriga, é antioxidante e reduz o risco de doenças cardiovasculares.

  1. Limão

Para além de conter apenas 22 calorias, o limão é diurético, rico em vitamina C e um grande antioxidante. Tomar uma xícara de chá com casca de limão é uma excelente forma de consumi-lo sem açúcar e aproveitar todos os seus benefícios.

  1. Coco

Uma fruta tropical, o coco rejuvenesce, hidrata e sacia, e a sua polpa dá energia extra. Aliar o coco a uma dieta de baixas calorias derrete sete vezes mais a gordura abdominal.

10. Romã

Frutas que emagrecem

A romã é rica em água, potássio e antioxidantes e tem apenas 50 calorias. Por ser pouco calórica, tem um ligeiro efeito diurético, e as suas propriedades antioxidantes aceleram o metabolismo.

11. Laranja

A laranja é uma fruta cítrica que ajuda no trânsito intestinal, logo ajuda a emagrecer. É rica em vitamina C, fibras e é óptima para quem deseja um pico de energia logo de manhã.

12. Papaia

Rica em fibras, a papaia contém enzimas que ajudam no processo de emagrecimento como a papaína, que auxilia na digestão de carnes e outras proteínas, acelerando consequentemente o metabolismo.

Sibutramina Emagrece – Mas Emagrece Sem Riscos?

 

sibutramina

A Sibutramina, também comercializada como Meridia ou Reductil, é um medicamento para tratamento da obesidade. Sibutramina é um estimulante de ação central quimicamente relacionado à anfetamina, metanfetamina e fentermina, que reduz a sensação de fome.

Sibutramina, ou Cloridrato de Sibutramina monoidratado, é um medicamento controlado e deve ser vendida somente sob prescrição médica. A cautela deve ser grande ao usar esta droga, porque existem efeitos secundários indesejados e a redução do apetite pode provocar graves consequências se não houver um acompanhamento médico apropriado.

Sibutramina é um estimulante de ação central

Sibutramina

Sibutramina é um estimulante de ação central quimicamente relacionado à anfetamina, metanfetamina e fentermina. A sibutramina é muito bem assimilada pelo trato gastrointestinal (77%), porém passa por um processo metabólico notável que diminui sua própria biodisponibilidade.

Sibutramina é inibidor de reabsorção de neurotransmissores que facilita o aumento de saciedade ao inibir a reabsorção da serotonina em 73%, norepinefrina em 54% e dopamina em 16%. Sibutramina foi aprovada pelo FDA nos Estados Unidos, equivalente ao Anvisa no Brasil, como remédio para perder peso para tratamento da obesidade em Novembro de 1997.

Sibutramina emagrece mesmo

sibutramina

Sibutramina emagrece mesmo, porque é um remédio com o objetivo de emagrecer que vem sendo usado por diversas pessoas que procuram encontrar o corpo perfeito, contudo o que elas não sabem é que a sibutramina pode vir a provocar inúmeros transtornos para a saúde.

São tantos motivos nocivos que você deve repensar, e utilizar outras formas de emagrecer com qualidade.

Sibutramina emagrece em quanto tempo?

Isso depende bastante do organismo. Algumas pessoas têm mais dificuldade em emagrecer por causa de hormônios. Nesses casos há relatos de pessoas com esse problema que tomaram ao longo de dois meses e perderam pouco mais de 2 Kg.

Por outro lado, tem gente que numa questão de semanas perde 5kg, enfim, varia bastante. Contudo, fazer algum exercício físico auxilia, e muito!

Existe igualmente casos em que o tempo é um fator essencial. Então existem pessoas que recorrem à utilização destes tipos de drogas quando eles estão lutando contra o tempo. Porém tenha bastante cuidado, geralmente quando se perde peso rapidamente volta-se a recuperar tudo em pouco tempo.

Sibutramina Emagrece Quantos Quilos?

Não tem como dizer quantos quilos vai emagrecer, depende bastante da dieta alimentar que adotar perante o tratamento, fatores orgânicos etc. Sendo assim, a resposta a medicação varia de pessoa para pessoa. Ainda assim, tenha em mente que toda a medicação apenas deve ser tomada após prescrição médica.

É verdade que a sibutramina emagrece, todavia você tem a possibilidade de usar outras formas de emagrecimento mais eficientes e saudáveis para seu corpo. Com o uso correto de meios eficientes e saudáveis para perder peso, você pode chegar ao corpo que sempre desejou,

Contra indicações da Sibutramina

sibutramina

A Sibutramina deverá ser usada em pacientes com Índice de Massa Corporal maior que 30 kg/ m2 e está contraindicada para quem tenha histórico de doença cardiovascular e hipertensão não controlada. Bem como por exemplo, pacientes com diabetes do tipo 2, com sobrepeso ou obesidade associada a mais um fator de risco para desenvolvimento de doença cardiovascular.

Estes casos de proibição incluem pacientes com histórico de transtornos alimentares, gestação, período de amamentação e em pacientes em uso de medicamentos inibidores da MAO para casos de depressão. Deve também evitar a cerveja por exemplo se estiver tomando sibutramina. Há mesmo casos raros de óbitos por overdose da sibutramina, por isso tome muito cuidado.

Existem muitos benefícios em NÃO usar esse medicamento

A sibutramina emagrece, porém há vários benefícios em não usar esse medicamento, portanto comece a conhecer outros formas de emagrecer com qualidade que certamente ajudem no processo.

Através de remédios naturais do tipo óleo de cártamo, dietas caseiras, hidroginásticas e muitos outros meios de perda de peso com qualidade.

Talvez você não saiba, mas por determinação da Anvisa, este medicamento não pode ser comercializado via internet ou telefone devido à sua periculosidade. Por isso, utilizando corretamente de alguns desses métodos você pode conseguir chegar ao melhor de sua forma física, sem medos, para conhecer e manter formas de perder peso de vez.

Óleos E Gorduras Comestíveis, Benefícios e Malefícios

 

 

Óleos e gorduras comestíveis

 

Óleos e gorduras comestíveis são compostos basicamente por três diferentes classes de gorduras que apresentam funções importantes e diferentes no nosso organismo.

Saber mais sobre os óleos é importante, para evitar que você venha a inserir no seu dia a dia o uso de óleos comestíveis prejudicais a saúde de sua família.

Cada tipo de óleo contém em sua composição um determinado tipo de ácidos graxo predominante. Conhecer as propriedades de cada um deles é importante para fazer a escolha mais saudável na hora de cozinhar.

Óleos e gorduras comestíveis – Diferença entre cada tipo de gordura

Óleos e gorduras comestíveis

  • Gordura saturada

Suas principais fontes são alimentos de origem animal como banha, bacon, toucinho, carnes, leites e derivados integrais. Mas está presente também em alguns óleos vegetais, como o óleo de coco. A recomendação de consumo não deve ultrapassar 7% do total de calorias diárias.

Esse tipo de gordura é prejudicial à saúde e, se consumida em excesso, pode aumentar o colesterol do sangue, proporcionar acúmulo de gordura na parede das artérias e do fígado, além de aumentar os riscos de doenças cardíacas.

Óleos e gorduras comestíveis

  • Gordura monoinsaturadas

Presentes no azeite de oliva, óleos vegetais (girassol, canola), azeitona, abacate e oleaginosas como castanhas, nozes e amêndoas, se consumida da forma correta pode ser benéfica à saúde, já que reduz as concentrações de colesterol ruim (fração LDL) e riscos de doenças cardiovasculares.

Para isso o consumo diário não deve ultrapassar 20% dos total de calorias diárias.

  • Gorduras poli-insaturadas

Óleos e gorduras comestíveis

Essenciais para a manutenção da saúde, ajudam a controlar os níveis de colesterol e triglicerídeos, atuando no combate aos riscos de desenvolvimento de doenças do coração, neurológicas, entre outras.

Há dois tipos de gorduras poli-insaturadas: o ômega 3 – cujas fontes principais são os óleos vegetais, como de canola e de linhaça, e alguns peixes como salmão (não de cativeiro), cavala, arenque e sardinha; e o ômega 6 – encontrado em óleos de semente como de girassol, linhaça, entre outros. Seu consumo deve ser de até 10% das calorias diárias.

Diferentes tipos de óleo

  • Azeite de Oliva

O azeite de oliva extra virgem, sem que tenha passado por cozimento, é rico em gordura monoinsaturada, apresentando a maior quantidade quando comparado aos demais óleos.

Entre seus benefícios, estão a redução dos riscos de doenças cardiovasculares, aumento do colesterol bom (HDL), mas deve ser consumido sem que haja aquecimento, o que compromete suas propriedades nutricionais, por isso não é uma boa opção para fazer frituras.

Já o azeite de oliva virgem apresenta os mesmos benefícios, mas com sabor menos apurado. Além de ser mais barato, sua gordura suporta temperatura alta, mas suas propriedades benéficas são preservadas apenas até 180 graus. Pode ser usado para refogar, assar, cozinhar, mas não para fritar alimentos.

  • Óleo de Soja

Possui uma grande quantidade de gordura poli-insaturada (ômega 6 e 3) e baixo teor de gordura saturada. Por isso, é considerado uma boa opção para preparo de alimentos.

Sua ingestão deve ser estimulada, pois o consumo deste tipo de gordura é reduzido na população ocidental, que apresenta elevada prevalência de doenças crônicas não transmissíveis. Além disso é considerado um dos mais baratos.

  • Óleo de Milho

Óleos e gorduras comestíveis

Assim como o óleo de soja, apresenta um teor elevado de gordura poli-insaturada e baixo teor de gordura saturada, mas com maior quantidade de ômega 6 e pequena quantidade de ômega 3.

  • Óleo de Girassol

Mais um que se assemelha ao óleo de milho e ao de soja, com maiores quantidades de gordura poli-insaturada e pouca quantidade de saturada, com presença de ômega 6 e pequena quantidade de ômega 3.

  • Óleo de Canola

O consumo desse tipo de óleo não deve ser estimulado. Apesar de conter grande quantidade de gordura monoinsaturada, pequena quantidade de gordura poli-insaturada (ômega 3 e 6) e ser o óleo com menor quantidade de gordura saturada, estudos apontam possíveis efeitos negativos para a saúde por ser originário de uma planta geneticamente modificada.

Melhor tipo de óleo

Para atender a todas as necessidades nutricionais, sugiro alternar o consumo dos óleos vegetais (soja, milho, girassol e azeite) ao longo do mês.

Além dos benefícios à saúde, ainda há o benefício financeiro, já que alguns são mais caros que outros. O mais importante é saber utilizar o óleo de forma saudável para o cozimento, evitando o processo de hiperaquecimento, como nas frituras.

Nenhum óleo deve ser superaquecido, pois isso aumenta a oxidação e leva a uma modificação química que gera toxinas nocivas à saúde.

Não esqueça que a pratica de exercícios previne ou ameniza alguns pequenos abusos no uso dos óleos. Conheça um método muito eficaz clicando aqui.

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena

 

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena

.

O doce é muito desejado por (quase) todas as pessoas, sendo assim o sucesso dos adoçantes foi inevitável ao longo dos anos. O problema é que nos dias de hoje a variedade é tanta,  que difícil é saber se é o melhor ou o pior para nossa saúde.

Os melhores e piores adoçantes

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena

Estudos conseguem mostrar benefícios e malefícios de quase todos e por isso temos que tomar decisões com base em alguns fatos. Segundo nossa ótica, mostro abaixo os melhores e os piores adoçantes, mas considere que os adoçantes devem todos ser usados com moderação, e sempre que possível encontre alternativas o mais naturais possível.

Adoçantes naturais e artificiais

Os adoçantes naturais tem origem em fontes como por exemplo as plantas, e podem apresentar maior ou menor poder adoçante que o açúcar e por norma são menos calóricos.

Os adoçantes artificiais são produzidos através de processos industriais específicos, grande parte deles tem poder adoçante muito maior que o açúcar e nenhuma ou quase nenhuma calorias.

Stevia

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena

A stevia é uma planta da família do girassol, de cujas folhas se extraem moléculas que são doces e que praticamente não fazem subir o açúcar no sangue pois a absorção é quase nula. São cerca de 300 vezes mais doces que o açúcar comum(sacarose), pode ser aquecida e realça o sabor dos alimentos. Os estudos mostram que a stevia é inofensiva.

Poli álcoois (sorbitol, xilitol)

São menos doces que o açúcar e possuem menos calorias. São encontrados em frutas e legumes e a maioria é facilmente reconhecida pelo sufixo “ol”:  xilitol, maltitol, sorbitol, …

Muito usados nas pastilhas sem açúcar, não são ainda mais usados pela indústria devido seu custo e porque alguns destes poli álcoois conferem um sabor estranho quando aquecidos.

O xilitol é o que poderá funcionar melhor para ter em casa. O seu excesso pode causar diarreia, por isso facilmente se perceberá se o consumimos em demasia. Alguns estudos provam que podem diminuir o risco de caries.

“Usar adoçantes naturais saudáveis e praticar exercícios são ótimos para manter a saúde física e mental” 

Mel

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena

O mel é composto por frutose e glicose, mas possui também outros açúcares e quando optamos por mel o mais natural possível, não estaremos apenas adoçando e sim tendo acesso a algumas enzimas, antioxidantes, vitaminas e minerais. Possui capacidade antibacteriana e anti-inflamatória.

O nível de glicose no sangue vai subir um pouco mais lentamente que o açúcar, por causa do teor maior de frutose. De qualquer forma é uma alternativa natural para usar com moderação.

Os piores adoçantes

Aspartame ou E951

Adoçantes, Sabor Doce Que Envenena
Produtos que invariavelmente contém aspartame

É um dos adoçantes mais usados pela indústria alimentar: adoçantes para café, iogurtes, bebidas, bolachas, …está por todo o lado e mesmo que você leia o rótulo, não saberá o quanto está ingerindo, porque a quantidade não vem discriminada.

O seu consumo poderá estar na origem ou no agravamento de: dores de cabeça e enxaquecas, depressão, alterações graves de humor, perda de memória, tonturas e alterações de equilíbrio, comportamento agressivo, desorientação, hiperatividade, excitabilidade, alterações na visão, ataques de pânico, convulsões, alterações no sono e insónia, e mesmo aumento da incidência de doença de Alzheimer.

Podemos dizer que se ingerirmos pouco, poderemos não ter problemas, mas se não sabemos qual a quantidade que estamos ingerindo…melhor procurar outra alternativa.

Sucralose ou E955

Adoçante artificial, muito estável, 600 vezes mais doce que o açúcar e sem calorias. Segundo a FDA é seguro quando não se ultrapassa a dose estabelecida (5mg/kg), mas mais uma vez nunca saberemos que quantidade estamos ingerindo. A presença da sucralose no intestino pode alterar a flora intestinal bem como o pH, levando ao aparecimento de problemas gastrointestinais com o uso continuado.

Agave/frutose

A frutose isolada existe cada vez mais à venda como substituto ao açúcar convencional (frutose + glicose). Poderá ser uma boa alternativa se usada esporadicamente e em pequenas quantidades, devido ao seu menor índice glicêmico.

Mas o seu consumo em grandes quantidades pode alterar não só o metabolismo dos açúcares como o metabolismo das gorduras sendo responsável por aumento do colesterol e triglicerídeos.

Por isto preste atenção a produtos como “doces sem açúcar” onde é adicionada frutose e não abuse do uso direto de frutose em sobremesas.

O agave é um adoçante natural que começa a ser comum no mercado mas que é constituído por 70-97% de frutose e por isso encaixo no mesmo grupo.

Não esqueça: Praticar exercícios é fundamental!!!

Como Perder Gordura Abdominal – Sonho de Muitos

Como perder gordura abdominal

 

Esqueça esta ideia de que para perder gordura abdominal só precisa de fazer abdominais todos os dias. Pena, mas fazer abdominais contribui pouco ou quase nada para a perda de gordura abdominal. Conquistar a barriguinha sarada tão desejada depende de uma conjugação de três fatores: alimentação equilibrada, exercícios para o abdômen e treino aeróbico.

Muitos já tem os músculos abdominais bem trabalhados, sendo que o único problema é aquela camada de gordura subcutânea na área do abdômen que impede que a musculatura fique à vista.

Alimentação para perder gordura abdominal

 

Como perder gordura abdominal

O melhor que você pode fazer com referência à alimentação para conseguir ver-se livre da gordura abdominal é consumir alimentos de baixo índice glicêmico – de modo a diminuir as probabilidades de o excedente energético ser acumulado sob forma de gordura – e evitar chegar ao horário das refeições com muita fome.

Quando você consome uma refeição rica em hidratos de carbono de alto índice glicêmico (rapidamente absorvidos pelo organismo) – como, por exemplo, um bolo e um refrigerante – você verifica um rápido aumento de açúcar de sangue.

Se por um lado isso significa energia instantânea, por outro significa que algum tempo depois já estará novamente com fome. É provável que você acabe beliscando algum doce   carregado de açúcar para matar a fome.

Faça a opção de antes consumir cereais, pão, arroz integral e massas integrais, vegetais, frutas, carnes magras e peixes gordos. Evite todo o tipo de alimentos processados – como doces, bolos, refrigerantes, bolachas -, carregados de açúcar e gorduras pouco saudáveis, e limite o consumo de bebidas alcoólicas.

Faça a ingestão de alimentos ricos em fibra. Quando consumida, a fibra solúvel forma uma espécie de gel no estômago, preenchendo-o e atrasando, assim, a digestão dos alimentos. Isso acaba por aumentar a sensação de saciedade da pessoa, impedindo-a de comer porcarias entre as refeições.

É importante também ter atenção à quantidade de calorias que consome diariamente. Se a sua necessidade energética diária é de 2500 calorias e estiver consumindo 3000, não verá resultados mesmo seguindo todas as melhores indicações alimentares.

Eliminar a retenção de líquidos

 

Como perder gordura abdominal

O problema pode não ser somente a gordura, mas também a retenção hídrica. O corpo retém água em diversas partes do corpo, uma das quais no tecido subcutâneo (líquido extracelular). A retenção hídrica é muitas vezes responsável pela sensação de inchaço.

Para minimizar este efeito, tenha atenção ao consumo de sal, já que ele promove a retenção de líquidos. Beba muita água todos os dias. Quanto mais água consumir, maior será a eliminação de líquidos.

Consuma alimentos ou bebidas diuréticas e estimulantes – como cafeína, guaraná ou chá verde – que estimulam o metabolismo e fazem com que o organismo aumente o seu gasto energético.

Exercício cardiovascular para queimar gordura abdominal

Como perder gordura abdominal

Outro dos passos imprescindíveis para conseguir definir o abdómen é realizar um Programa de Treinamento Cardiovascular.

Corra na esteira, use a bicicleta ergométrica, use o elíptico, faça natação ou qualquer uma desses exercícios. O importante é fazer o organismo gastar calorias, de modo a fazer uso das reservas de glicogênio e gordura.

Exercícios para o abdômen 

Se calhar já ouviu alguém dizer que os abdominais são como outro músculo qualquer. Isto significa que eles precisam de ser treinados como o bíceps ou as pernas. Portanto, aplique aos abdominais os mesmos princípios de treino que aplicaria aos restantes grupos musculares.

Se pretende hipertrofiar os abdominais (aumentar o seu volume), deve adaptar um protocolo de treino com carga idealmente entre as 8 e as 12 repetições. Dê-lhes tempo para recuperarem. Por regra, não treine os abdominais mais do que três vezes por semana.

Se aquilo que pretende é aumentar a resistência deste grupo muscular, faça muitas repetições sem carga.

Conclusão

Se tiver em conta todos os tópicos descritos neste artigo, estará no bom caminho para conseguir definir o abdômen.

Não é por acaso que o texto dedicado à alimentação tem o dobro do tamanho do texto dedicado à parte do treino. É que, de facto, o trabalho de definição abdominal é essencialmente um trabalho a nível da dieta.

Aprenda a comer e os resultados aparecerão, e claro realize exercícios